Site Loader

Veja a Tabela SameSide dos Retornos de classes de Investimentos

Por Marcos Fritzen*,
em 05/01/2020

Fundo imobiliário foi a classe de ativos de melhor desempenho em 2019!

Apesar da maior parte do Brasil ainda não ver uma recuperação consistente do mercado imobiliário, o Sudeste, especialmente São Paulo, já vive esta realidade. E o reflexo disso foi a significativa valorização dos fundos imobiliários, que geraram retorno de 36% em 2019. A última vez que lideraram as classes de ativos, em 2012, os fundos imobiliários haviam subido 35%. No ano seguinte, 2013, caíram 12%.

Investimentos em ações também geraram bons resultados. No acumulado foi 34% em ações nos Estados Unidos e 31% no Brasil, aqui tendo como referência os dois principais indicadores de cada um desses mercados: S&P 500 (em Reais) e Ibovespa.

Assim, fechamos as 3 classes de investimentos que mais geraram retorno em 2019, ano em que correr riscos nos investimentos valeu a pena!

Na ponta inversa, pela primeira vez em mais de uma década, os títulos privados renderam menos que o CDI ao longo de 1 ano – 93% do CDI. Quem acompanhou o mercado ao longo do ano percebeu a desvalorização destes títulos no segundo semestre do ano, especialmente em outubro e novembro, influenciada talvez por um exagero anterior em valorização dos preços e por fluxo de investidores, que passaram a sair da renda fixa e migrar para outros ativos, gerando pressão vendedora. Salvo problemas pontuais, como nas debêntures de Rodovias do Tietê, não houve deterioração do risco de crédito dos emissores. Pelo contrário, houve até melhora.

Por fim, ao longo do ano o Dólar manteve-se valorizado, não só no Brasil, como em relação às principais moedas de países emergentes. Em dezembro, a pressão reduziu  e as moedas emergentes valorizaram. O Real também. Com isso, o investimento em Dólar (somente na moeda) rendeu 4%, também abaixo do CDI.

Você já sabe quais classes de ativos vão render melhor em 2020?

Sempre reforçamos aos nossos clientes: diversificação de investimentos em diferentes classes de ativos ainda segue sendo a melhor estratégia, dentro dos níveis de risco tolerados por cada um.

Quer saber mais? Entre em contato conosco!

www.sameside.com.br

Compartilhe: